Google+ Followers

segunda-feira, 1 de outubro de 2012



É começa tudo de novo e eu aqui com esse mesmo sapato e o laço na cabeça e as mesma idéias e as mesmas lembranças, parece que nada mudara por aqui, o sol baixo lá fora só a os pássaros com suas melodias antigas e as pessoas passando com a cabeça baixa exausta por terem de trabalhar pra viver.
Eu nunca soube o que dizer quanto á isso pois me achava patética ao achar, devia deixar oculto e não achar
na verdade eu nunca imponho nada eu nunca posso nada, dizer alguma coisa se nada faço em vida a não ser fugir de vez em nunca e me entregar a natureza e ouvir seu sussurro e sentir suas folhas ao meu deitar e seu ar a me tocar, houve um tempo em que queria fugir mas ainda não me esqueci que eu tenho um encontro marcado.

Eu tenho que parar com essa mania de desistir de tudo com o passar do tempo.
Com o tempo eu dou aquela velha desculpa de que estou atordoada e me canso quando há objeções, a minha cabeça anda a mil, a minha paciência nem se fala ando desmotivada com a trajetória que isso acaba no final, mas ninguém si quer percebe não ha tempo pra olhar ao redor não se importam e eu também no final de tudo ando até desmotivada pra mim, imagina pro resto, não olho ao redor não me importo com seus problemas estou pouco me lixando pro que pensa ou deixa de pensar...

Chris ht


Um comentário: